sexta-feira, 6 de maio de 2011

Com o vazio, me encho

Que devo dizer senão isso?

Que é melhor ficar assim e enamorar-me antes de uma canção? Que devo dizer senão isso? Que é melhor desfazer-me de tudo e tornar-me tão simples que apenas devo controlar os seguintes minutos da minha liberdade?

Deixar o carro no passeio, deixar a casa cheia, os moveis e os objectos. Contar 5 coisas: uma colcha e um pente, uma muda e um candeeiro, e uma canção para me enamorar.

"Eu não percebo o que vias aqui..." Dizia-me ela, o comboio a rolar.
"Sabes, é como se te tirassem tudo, e depois percebes que esse vazio te enche muito mais que todas as coisas comuns."

Eu nunca quis nada disso... senão sair à rua e beber a vida na cara das pessoas, e olhar para os muros como se fossem meus. Fechar tudo num armário e agora sim, entre o rio e as pontes, andar lavar o sol das fachadas e azulejos.

"É como se te tirassem tudo e de repente percebes que o mundo te preencheu o espaço."

Desse vazio agora escrevo e digo.
A canção preencheu-me a noite. Tenho 5 coisas. Mas da minha janela entra o rio e as colinas e o castelo.

E assim, com o vazio, me encho.

8 comentários:

Papoila disse...

não percebo...

C4G disse...

Estava um pouco "tocada" hehe... mas na altura fazia todo o sentido :)

Pedra do Sertão disse...

Passeando pelos blogs, aterrissei por aqui!

José disse...

Desculpa o comentário, mas não pude deixar de dar a minha opinião...
Quando alguém se tenta desfazer de tudo para simplificar a vida normalmente é porque foge de alguma coisa. E às vezes só precisamos de perceber os nossos medos.

E então? Já agora, do que foges?

Claire disse...

You have an informative blog. I’ve learned something from it. I do have mine too www.claire-fernandez.blogspot.com... thanks

anareis disse...

Querida(o) amiga(o). Estou fazendo uma Campanha de doações pra ajudar os jovens rapazes que estão internados no Centro de Recuperação de Dependentes Químicos onde meu filho está interno também.Lá tem jovens que chegam só com a roupa do corpo,abandonados pela família. Eles precisam de tudo:roupas masculinas,calçados,sabonetes,toalhas,pasta de dentes,escovas de dentes,de um freezer, Roupas de cama,alimentos. O centro de recuperação sobrevive de doações,são mais de 300 homens internos.Eles merecem uma chance. Quem puder me ajudar pode doar qualquer quantia no Banco do Brasil agência 1257-2 Conta 32882-0

Ricardo Macagnan disse...

Às vezes o que achamos ter são apenas acessórios. E, quem sabe, quanto peso inútil destes acessórios carregamos quiçá pela vida inteira...

sayukta saxena disse...

Nice!and thanks for share.Please check out my site also BT password reset .I hope you like my site.